Séries que eu não consigo gostar

Porque nem só de séries boas é feita a nossa vida.

Tinha pensado em fazer uma postagem para cada uma das séries que eu não consegui gostar de jeito nenhum, mas decidi fazer meu Pódio do Ódio (perdão pela rima ruim), falar das três séries que eu menos gosto no mesmo pacote, já que duas delas eu não terminei nem a primeira temporada. Daí, não teria muito o que falar, né?

Antes de tudo, quero dizer que o fato de eu não gostar não significa necessariamente que a série seja ruim tecnicamente, ou que todo mundo vai achar ruim. Talvez vocês amem essas séries. Eu não consigo, mas isso, no fundo, é só minha opinião pessoal. Crítica é meio que isso – a opinião e a visão de uma pessoa, ainda que tenha algum embasamento. Não se ofendam, tá bem? Então tá bem.

punho de ferro 1

Medalha de bronze do Pódio do Ódio – Punho de Ferro

Começando pela que eu não gostei, mas assisti até o final: Punho de Ferro, da Marvel. Minha nossa senhora das maratonas, como essa série é ruim. Foi uma luta (trocadilho não intencional) terminá-la. E eu não sei dizer o que é pior: o roteiro, a direção, o ator principal… São vários probleminhas juntos: as situações completamente impossíveis, as lutas intermináveis e meio iguais as das outras séries Marvel, os vilões esquisitos e unidimensionais, o mocinho que não faz o espectador sentir empatia, o homem branco explicando pra professora asiática de artes marciais coisas sobre… artes marciais. Se houvesse apenas um ou dois desses problemas, até dava pra deixar passar. Só que é tudo ao mesmo tempo agora, todos os clichês juntos e mal amarrados. Clichê tem limite e a paciência do público também.

E, por ser a 4ª das séries individuais da Marvel com Os Defensores, a que completa o grupo, Punho de Ferro sofreu também com a comparação. E é aqui que a série se mostra mais fraca – ela não conseguiu ser muito diferente da ótima Demolidor, mas foi bem menos interessante, e não conseguiu competir com a ótima primeira temporada de Jéssica Jones, nem com a boa primeira temporada de Luke Cage. Ao comparar com as outras, ela está a anos-luz de distância. Um abismo mesmo. Sem falar na mania mais que irritante que o Danny Rand (o protagonista) tem de dizer que ele é “o imortal Punho de Ferro, protetor de Kun-Lun” a cada cinco minutos, tanto nessa série como na d’Os Defensores. Tá bom, amigo, a gente já entendeu, você é o escolhido, pode parar, pelamordedeus. Se isso fosse um drinking game, estaríamos todos bêbados.

punho de ferro 2

A frase do Danny virou piada de tanto que ele repete

Eu só assisti porque quero acompanhar o universo dos Defensores (estou, inclusive, empolgadíssima pra Jessica Jones, a melhor série da Marvel, na minha opinião). Se não fosse isso, essa série não teria durado nem para cumprir a minha regra de quatro episódios. Em resumo – só vale assistir se você quer acompanhar o universo mesmo, mas acho que talvez nem precise. Basta lembrar que ele é o “O imortal Punho de Ferro blablabla”.

black-mirror

Medalha de prata do Pódio do Ódio – Black Mirror. Podem me odiar agora hahah

Agora, uma polêmica: eu detesto Black Mirror. D E T E S T O. Acho ruim, pretensiosa, mal escrita, mais do mesmo disfarçado de ~revolução~. E sim, eu sei que são episódios fechados, que tudo muda muito de um episódio para o outro, que é uma série justamente pra te incomodar e fazer refletir sobre nosso mundo atual, que quer trazer questionamentos. O meu problema é que eu não refleti nada com as propostas de Black Mirror. Nada. Achei até mesmo muito óbvio tudo que a série propõe como novos questionamentos. Com o adendo de que demorou MUITO pros roteiristas escreverem episódios (segundo eu li, já que não assisti tudo) em que a mulher não é um fantoche ou a pessoa mais burra da face da terra e que causa todos os problemas.

Assisti dois episódios, os dois primeiros da primeira temporada. E odiei TANTO o segundo episódio (é o das pessoas pedalando em bicicletas ergométricas pra ganhar créditos/dinheiro) que eu parei ali e não consigo assistir mais nada da série. Foi exatamente o mesmo sentimento que eu tive quando assisti Babel no cinema. Acabou o filme e eu queria meu tempo e meu dinheiro de volta.

black-mirror 2

Estou irritada só de ver essa imagem. Juro.

Depois de uns meses, fui atrás de informações sobre a série, pensando em dar uma segunda chance, porque não é possível que o mundo inteiro ame e eu odeie tanto. Mas tudo que eu achei, incluindo aqui os textos elogiosos, só confirmou a minha opinião – Black Mirror é óbvia, é pretensiosa, é ruim. E, pra mim, aquela mania de dizer que “Isso é muito Black Mirror”, que vale pra praticamente qualquer coisa do nosso dia a dia, só confirma essa obviedade.

Desculpem por isso e não desistam de mim hahahahahahha

Unbreakable-Kimmy-Schmidt

Medalha de ouro no Pódio do Ódio – Unbreakable Kimmy Schmidt

Agora, a última desse trio – Unbreakable Kimmy Schmidt. Nem sei como começar. Eu estava empolgada com essa série, afinal, é da Tina Fey, deve ser engraçada. Não é. Assisti os meus quatro episódios usuais sofrendo muito, sem esboçar nem um sorrisinho e querendo bater em todo mundo que aparecia na série. Tipo, todo mundo. Isso inclui o Titus, mesmo ele sendo a única coisa que valeria a pena na série. Descumpri a minha regra e assisti mais um, só pra dar mais uma chance. Não rolou e ela tá lá, parada, e parada vai continuar.

Eu não sei se é o humor americano, se é o fato de que a personagem principal, interpretada pela Ellie Kemper, é uma releitura sem graça da Erin, de The Office (que foi interpretada pela mesma atriz), se são as situações que deveriam me fazer rir e só me fazem ter uma enorme vergonha alheia. Não funcionou, não deu, não suporto essa série. E fico impressionada em ver que ela vai sendo renovada todo ano enquanto tanta série muito melhor foi cancelada. O mundo às vezes não faz sentido.

Ela é tão ruim que eu nem tenho mais nada pra falar. Tem alguns números musicais do Titus, mas eu só tive paciência de ver o Peeno Noir e um trecho dele imitando o clipe de Hold Up, da Beyoncé.

his-peeno-noir-outfit

“Peenooooooo Noooooir”

Em geral, eu gosto de quase toda série que começo a assistir. Não é lá tão difícil me agradar. Pra que eu abandone de vez, tenho que achar muito ruim mesmo. Foi o caso dessas três e de uma ou outra que eu larguei por aí, mas não subiram no pódio. Talvez eu faça outra postagem de ódio mais pra frente =P

E vocês? Tem alguma série que vocês não suportam? Que não dá pra aguentar nem meia horinha? Me contem!

Beijos, pessoas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s